Quando os opostos se atraem

Mathias e Darlene: Casados e felizes porque na vida e na ciência os opostos se atraem

A nossa história começa assim…

Ele vem da capital! Ela sempre morou no interior!
Ele nasceu loirinho. Ela também, mas de olhos verdes!
Ela acabou de se formar! Ele já é quase um doutor!
Ela dança muito bem! Ele é melhor ficar parado.
Ele gosta de cozinhar. Ela adora ajudar!
Ela gosta de frio. Ele prefere o calor.
Ela adora séries de TV. Ele nunca acompanhou alguma!
Ela quer conhecer o mundo inteiro. Ele já atravessou o oceano!
Ele tem sono de manhã. Ela acorda cedinho.
Ela tem sono de noite. Ele fica acordado até tarde.
Ela é tricolor. Ele é alvinegro.
Ele não lembra o nome de filme. Ela é quase uma videoteca!
Ele toma café! Ela prefere leite puro.
Ela só come chocolate branco. Ele é fã do meio-amargo.
Ele gosta de praia. Ela adora a cidade!

Mesmo tão diferentes havia um plano especial em nossas vidas… Deus e a química decidiram nos unir!

E hoje nossas diferenças se completam, nos deixam mais fortes e nos fazem muito felizes.

Mas acima de tudo elas tem revelado o verdadeiro projeto de Deus em nossas vidas! Aprofundar nosso entendimento acerca deste plano maravilhoso durante nossos encontros quinzenais dos Casais Jovens e principalmente na Escola Bíblica Dominical tem nos unido a cada dia mais, tem nos estruturado como verdadeiramente um só e tem nos feito andar em sintonia!

Esta é a nossa história e também nosso desafio: Deixe o Senhor participar com seus planos da tua vida e do teu casamento, participe das aulas de domingo e dos encontros quinzenais!

Vale a pena!

Mathias e Darlene*

*Mathias Strauss e Darlene se conheceram enquanto faziam pesquisas em um laboratório de química. Em meio a tantas fórmulas e agentes…a química do amor falou mais alto!

Anúncios

2 anos!!

Hoje eu e o Eurico completamos 2 anos de casados!!

Estamos ainda no comecinho da nossa caminhada, mas nos ultimos meses ela se intensificou! Deixamos literalmente nossa família e amigos e experimentamos pela primeira vez o que seria a “nossa família”.

Aqui somos só nós dois e tivemos que crescer e nos adaptar. Aqui a braveza não pode durar muitas horas, a falta de atenção não pode acontecer, só temos um ao outro. E tudo isso nos fez ver como perdemos tempo com coisas tão pequenas, que não importam.

Aprendi que as conquistas dele me fazem mais feliz do que as minhas próprias e que ele  é um presente que Deus me deu para cuidar e amar. 

E são esses breves ensinamentos, que nós desejamos que cada um dos jovens casais vivam cada dia em seu próprio casamento. Como se cada dia, fosse o único que você tivesse para fazer o outro melhor, para levá-lo mais perto de Deus.

Com carinho, Si e Eurico

A saudade e a esperança

Tio Ildo entre a sua filha Leya Suzana e a esposa Tia Agar. Ficam a saudade, as memorias e a esperança de nos reencontrarmos no lar celestial.

Nesta última quinta-feira (25/08) o nosso amado Ildo de Souza Mattos nos deixou…partiu para a eternidade o meu querido tio e padrinho. 

Talvez você que esta lendo este post não o conheça, mas posso lhe retratar o perfil deste homem.

Pense numa pessoa querida, amorosa, generosa, gente boa, humilde, simples de coração. Aquele tipo de pessoa que faz todo mundo se sentir especial.

Foram tantas risadas, e que risada gostosa ele tinha, tantos momentos alegres e tristes compartilhados, tantos gestos silenciosos de amor, tantos presentes, nada muito caro porque ele não foi uma pessoa rica de dinheiro (no entanto muito rica das coisas que realmente tem valor nesta vida), sempre conosco em cada diferente etapa de nossa história.

Durante os 4 anos em que eu morei em São Paulo, quase todo fim de semana ele me levava, junto com meu pai, de carro pra Capital, só para eu não ter que ir de ônibus. Eles me deixavam lá e retornavam para Campinas. Antes de partir ele sempre orava na sala do meu apartamento, essa oração sustentava a minha semana e a solidão daquele período tão difícil e incerto da minha vida.

Certa vez, após eu ter sido reprovada em um concurso ele me deu um bilhetinho, com o desenho de uma tartaruga e uma frase de incentivo. Este bilhete ficou por muito tempo dentro de um livro que eu estudava por repetidas vezes. Era um singelo recado para eu ter paciência e perseverar.

Ele foi um esposo, pai e avô amoroso, também foi sogro, cunhado, irmão, tio e amigo valoroso. Tinha um profundo sentimento de responsabilidade sobre todos nós.

Um de nós disse assim: “Moisés se foi, mas Deus já tem levantado líderes que hão de chorar e orar pela nossa família. Pessoas que Deus preparou para se colocar na brecha e pagar o preço.”

A perda nunca é fácil, a morte é brutal e a ausência parece que invade todos os cantos do coração. Só Deus pode consolar esse buraco que fica no nosso peito.

 Deus esta trabalhando por nós, e por tantos outros que hoje vivem o luto e sofrem perdas. Ele faz com que algumas situações, durante o sofrimento, se transformem em possibilidades de crescimento. Através da dor temos a certeza de que Deus trabalha por nossos sonhos e irá renová-los, estamos certos de que podemos confiar nas Suas promessas.

 A saudade fica, mas junto com ela resta a esperança e a certeza de que um dia nos reencontraremos no lar celestial.

 Lari Carvalho

Pais de primeira viagem

Edmur e Roberta: Vivendo a primeira gravidez

O casal Edmur e Roberta está vivendo a alegria da primeira gravidez.

ALICE é o nome da princesinha que virá coroar esta união.

Nessa nova fase da vida do casal torna-se essencial exercitar no casamento a arte de fazer concessões.

Eles compartilharam com a gente como têm feito isso. Confira um pouco da história deste lindo casal:  

No mês passado nós completamos 4 anos de casados no dia 14/07/2011 e ao olhar para trás podemos observar o quando Deus tem trabalhado em nossas vidas e quanto o casamento tem feito bem e trazido um crescimento para cada um, casamento é uma benção de Deus.
A Palavra de Deus no livro de Provérbios diz: “Aquele que encontra uma esposa, acha o bem, e alcança a benevolência do SENHOR” (Pv 18:22).  Este verso nos ajuda a compreender que a esposa tem um papel fundamental dentro da bondade e paz no lar.
Um dos aprendizados que temos vivido nestes anos é o de como família sonharmos juntos, antes de casar cada um tinha seu sonho, mas quando decidimos viver juntos começamos a aprender a deixar a vida de solteiro para trás e caminhar juntos. Quando pensamos em comprar um novo apartamento, por exemplo, o sonho deste novo lar tem que agradar os dois e também facilitar a vida para os dois e não somente para um.
Outra experiência que temos vivido nos últimos meses é a expectativa da chegada da nossa princesinha Alice, que em um primeiro momento foi um susto misturado com choro e alegria, mas no decorrer de cada mês (os primeiros passando um pouquinho mal – azias, enjôos…E depois com as mudanças no corpo) a expectativa de sua chegada tem trazido um novo tempo de alegria e muitas mudanças dentro da nossa vida. Os horários já mudam, os preparativos e nossa rotina passam pela vida de nossa filha, mas diante de tudo isso temos que aprender a dedicar e separar tempo para estarmos juntos, pois o casamento é para fazer o outro feliz e nisso aprendemos a fazer concessões da nossa vontade, para vontade de quem nós amamos. *

A sobrinha, assim como toda a família do casal, aguarda ansiosa a chegada da Alice

*Edmur Penteado é pastor titular da Igreja do Nazareno de Atibaia e a Roberta Lopes Pereira Penteado é gerente no CSO da IBM. Juntos vivem o melhor adjetivo de suas vidas: pais da Alice.

Todos os dias…

Como vocês podem ver, o blog essa semana está in love!

Queremos aproveitar essa semana que se comemora o dia dos namorados, para dedicar um tempo especial ao nosso casamento.

No meu chá de cozinha, a Má, uma amiga muito querida me deu uma dica, que pelo menos uma vez na semana, a gente dedicasse um dia para namorar! Saír, ir ao cinema, passear, ou ficar em casa, conversar, ler um livro juntos, fazer um jantar juntos, ter um tempo especial. Com a rotina e correria  que vivemos nos nossos dias, as vezes nos esquecemos das pequenas coisas que faziamos quando namoravamos, que nos mantinham apaixonados. Sem esses pequenos toques, nosso casamento pode cair numa mesmice que nos distancia um do outro e vamos nos tornando como colegas que dividem contas e um apt.

Muito além de uma data comemorativa de cunho comercial, de apenas um dia,  vamos aproveitar todos os dias que temos juntos com nosso cônjuge, e criar momentos significantes um com o outro para sermos namorados cada dia mais apaixonados!

Love

Si

VIAGEM: Dois destinos diferentes e a opinião dos casais que viveram a experiência

Cada macaco no seu galho! No nosso contexto esta frase poderia ser traduzida como: Cada casal é um casal! E isso vale quando o assunto é viagem: tem casal que curte viajar pra descansar, outros querem praticar esportes radicais, uns preferem conhecer o agito das grandes metrópoles e outros a quietude do campo, alguns viajam no frio e outros querem bronzear a pele em uma praia bem ensolarada.

As vezes marido e mulher, em matéria de viagem, tem opiniões divergentes. Neste caso, o jeito é negociar: todo mundo tem direito de se divertir na viagem, portanto, planejamento é fundamental.

A verdade é que não importa qual é o seu estilo de férias, aqui nós temos todos! Confira as histórias de 2 casais que realizaram viagens maravilhosas:

1-     Submarino na Ilha Maurício (Daniel e Karina)

A Ilha Maurício, Maurícia ou Mauritius é, na verdade, um país cuja capital se chama Port Louis. Normalmente, trata-se de um destino procurado por casais em Lua de Mel e foi exatamente nesta ocasião, em setembro de 2009, que a Karina e o Daniel conheceram este lugar exótico e com um mar azul turquesa tão perfeito que mais parece um cartão postal!

Parece cartão postal!

Passeio de bote..adrenalina pura!!!!

 

 

 

 

 

 

 

Pra eles o melhor da viagem foi o passeio em um bote flutuante no oceano puxado por lancha em alta velocidade e a esticadinha que eles deram pra África onde fizeram um Safári.

Nas palavras do casal: “O SAFÁRI na ÁFRICA vale mtoooo a pena, vc tem contato real com todos os bichos…inclusive filhotes de leão”.

Os detalhes e os cuidados especiais dispensados pela equipe do hotel The Residence também fizeram a viagem se tornar memorável. Eles compartilharam com a gente as lembranças do lugar: Tínhamos um camareiro, em Mauritius, excepcional que fazia desenho de bichos com toalhas e enfeitava o quarto todo dia, colocava frutas, dava brindes como ex: bolsa, camisetas, passeios e etc para nós…sempre havia uma surpresa agradável, além de mais frutas servidas na areia do mar…

Namastê

Segundo o casal o tratamento dispensado pelo povo das Ilhas Mauritius, que em sua maioria é descendente de Indianos, é absolutamente perfeito e foi com os locais da ilha que eles aprenderam o cumprimento “NAMASTÊ”.

Tá bom…o lugar é lindo e romântico, mas na minha opinião o grande diferencial da Lua de Mel da Karina e do Daniel, se deu mesmo por conta de um passeio de submarino.

Para a Karina a melhor parte da viagem foi: “Ficar hospedado no Hotel THE RESIDENCE nas Ilhas Mauritius…com atendimento nota 1000”.

 A Karina nos contou como foi a experiência: Fizemos um passeio de submarino, que desce 35 metros abaixo do nível do mar, e eu quase infartei!!!! Castrofóbicoooo demaisssss!!! Mas a vista compensa, pois vimos navios afundados e peixes.

Gente, quantas pessoas vocês conhecem que já andaram de submarino?

Demais, não é?!

 2–     Hula Hula e TSUMANI no Hawaii (Ana Paula e Zach)

A Ana Paula foi para os Estados Unidos fazer uma especialização e não voltou mais para o Brasil por causa do Zach, um americano bem humorado, de Springfield Missouri, com quem ela se casou em 21 de Fevereiro de 2010 em uma cerimônia tão linda e encantadora, que vale a pena, a qualquer dia destes, contar pra vocês a história deles…foi emocionante!

Como nos Estados Unidos era inverno, e o casal amapraia, eles decidiram passar a Lua de Mel noHawaiina ilha de Maui. Em Maui eles ficaram hospedados no hotel The Westin Maui Resort and Spa que fica na praia Ka’anapali Beach.

Sobre o hotel a Ana Paula relatou: “O hotel era maravilhoso a beira do mar, tinha varias cachoeiras e piscinas dentro do hotel”.

A viagem foi cheia de aventuras! Eles viveram tantas experiências diferentes… fizeram passeio de veleiro, trilha, surfaram, viram lindas baleias e até fugiram de um TSUNAMI!!!! Segue o relato da Ana Paula:

Fevereiro é a temporada das Baleias. O Zach e eu fizemos um passeio de veleiro para fazer snorkel na cratera Molokini. Aqui esta o link sobre “Molokini crater” http://www.prideofmaui.com/destinations/molokini.html  

Foi de mais!!! A água era transparente, nos vimos vários tipos de peixes coloridos, tartarugas, vimos até uma moréia gigante cor amarela e preta.  A caminho da cratera nos vimos varias baleias humpback. Elas eram muito lindas. Elas pulavam para fora da água bem na nossa frente e eram enormes! Foi uma experiência maravilhosa.

Salto da Baleia: “O mais legal de tudo a gente também conseguia ver as baleias pulando da praia do nosso hotel toda hora”

 Um momento emocionante da viagem foi ver o nascer do sol no topo do vulcão Haleakalā (Casa do sol). Ele é o maior vulcão adormecido do mundo. Quando nós chegamos no topo do vulcão, às 5 horas da manhã, tudo estava escuro e dava pra ver milhões de estrelas! Com o tempo começou o raiar do sol e, como a gente estava em um nível mais alto, pudemos desfrutar de uma vista linda!

Ana e Zach: “Depois que o sol raiou, descemos de bicicleta do vulcão até o parque nacional. Nós pedalamos cerca de 10 milhas, como era só descida foi bem fácil e deu para curtir bem o visual que era maravilhoso.”

Durante a terceira noite que nós estávamos na ilha, a mãe do Zach nos ligou as 3 horas da manhã dizendo que um Tsunami estava a caminho. Quando ligamos a TV…. ela estava certa!!!! Um terremoto que aconteceu no Chile formou uma onda que estava para chegar em Maui. Nós pegamos algumas das nossas coisas e fomos para o topo da montanha. Deu um pouquinho de medo quando as sirenes começaram a tocar, mas no final das contas, a onda que chegou na ilha não era forte. Enquanto isso, como estava um dia lindo, Zach e eu decidimos fazer uma trilha para ver algumas cachoeiras. 

Fuga do Tsumani com direito a um passeio de trilha: Essa trilha era "hard core". Diz o Zach que foi a coisa mais legal que ele já fez, eu só fiquei feliz de voltar com vida!
 

Para finalizar nos fizemos uma aula de surfe, e pegamos varias ondas. Eu e o Zach ficamos em pé na prancha pela a primeira vez, foi muito legal! Mais a noite nos fomos em um luau, onde vimos as “Hula Girls”. A nossa lua-de-mel foi com certeza inesquecível!

 

Tirando onda de surfista!Hula Hula: "Foi uma experiência cultural muito legal!"

Depois dessas dicas, com certeza, outras mil possibilidades de passeios passarão pela sua cabeça. Sonhe, procure, programe-se e boa viagem!

Lari Carvalho